Teste seu conhecimento sobre o vocabulário do Marketing Digital

Reunimos aqui alguns dos principais termos e conceitos formando um Vocabulário do Marketing Digital para te ajudar a memorizar as diversas siglas.

Sabemos que memorizar e incorporar conceitos não é uma tarefa fácil.

Por isso, resolvemos reunir nesse texto uma seleção com os principais termos do universo do marketing digital, seja para te ajudar a entender melhor as definições ou facilitar o acesso a um glossário específico sempre que você precisar tirar alguma dúvida.

Treine o vocabulário do marketing digital!

Desde termos específicos atrelados às métricas de campanha até conceitos substanciais como o caso do SEO , colocamos tudo em forma de lista para facilitar a sua consulta.

Veja abaixo:

Ad Exchange – é uma plataforma desenvolvida para facilitar a compra e venda de inventários publicitários online; responsável por reunir inventários de diferentes portais disponíveis na rede

Ad Network – a Ad Network é a rede que conecta diversos websites disponibilizando a compra de mídia. Elas são responsáveis por vender mídias para uma empresa de marketing ou anunciantes diretos. Uma Ad Network é responsável por congregar dados de audiência de diversos veículos, o que aumenta o alcance para os anunciantes e as possibilidades para quem busca anunciar.

Awareness – conceito do marketing que engloba a ideia de percepção do consumidor relativa a produtos e marcas. Trata-se de uma estratégia para analisar como os consumidores enxergam as marcas em diferentes situações.

DSP – Demand Side Platform. É responsável por fazer o meio campo entre os anunciantes e os compradores de mídia online durante o RTB (Real Time Bidding). Trabalha aliada às AdNetworks e AdExchanges.

DMP – Data Management Platform. Tecnologia utilizada para compilar dados diretos, de parceiros ou de terceiros e cruzá-los com variantes demográficas, de localização, hábitos de consumo de outros interesses, sendo responsável por organizar todas essas informações de diferentes formas para publishers.  

Backlink – os backlinks são uma forma de guiar o leitor de forma estratégica até sua página do blog ou site, sempre com a intenção de expandir o conhecimento do leitor e, ao mesmo tempo, estimular a geração de tráfego de qualidade. O backlink pode ser externo, a partir de outro texto de internet, ou interno, utilizando os conteúdos do próprio site, por exemplo. Esta é uma forma de melhorar o SEO do seu website.

BID – significa o lance que você oferece pelos seus anúncios. Também pode traduzir o valor máximo que você deseja pagar por um clique. É através do BID que você participa do leilão pela compra de espaço publicitário online.

Cookie – são códigos de rastreio que ficam na máquina do usuário e são vinculados à sites específicos. Ele é responsável por armazenar temporariamente algumas informações sobre a jornada dentro da rede, como por exemplo os sites acessados.

Cluster – trata-se de um conjunto de públicos que compartilham das mesmas características, de maneira que podem ser divididos e organizados em grupos. Esta divisão é essencial para entender melhor as segmentações e resultados de suas campanhas com base na audiência.

Clique – pode parecer bobeira, mas às vezes gera confusão. Um clique é apenas a ação de “clicar”. Não se trata de um lead, uma visita, uma conversão… nada disso. O clique se resume à interação, a partir de um determinado botão, que resulta em um carregamento de outra página ou funcionalidade dentro de um website.

CPC – é o custo por clique, refere-se ao valor final que você paga por um clique. O CPC máximo, neste caso, configura o valor máximo que você poderá pagar por um clique diante do leilão virtual.

CPM – é o custo por mil impressões. Ou seja, à partir de mil carregamentos do seu anúncio para usuários daquela campanha (não necessitando qualquer tipo de interação), é contabilizado o CPM.

CTR – Click-through rate (CTR) significa a proporção de usuários que clicam em um link específico diante do total de usuários que visualizam um anúncio. Exemplificando: Se eu tiver mil impressões de determinado anúncio e dez cliques, o CTR será de 1%.

CAC – é o custo de aquisição por cliente. Uma das principais métricas a ser analisada pela empresa de marketing para definir quais as decisões estratégicas, sobretudo, na área comercial. Trata-se do valor que a empresa gasta, em média, para adquirir um cliente.

Call to action – em tradução literal, trata-se da “chamada para ação”. É uma palavra ou frase com foco em direcionar o internauta para uma ação específica, com objetivo de estimular a venda, o reconhecimento da marca, entre outras estratégias. Para definir o melhor call to action para sua campanha, sempre recorra ao teste.

Content Marketing – um dos processos de marketing que visa criar, distribuir e estimular conteúdo relevante, com a intenção de engajar a audiência e aumentar o reconhecimento de marca.

Conversão – a conversão é uma das últimas etapas do funil de vendas do marketing digital (não é a última pois existe um trabalho de fidelização que pode ser realizado após a conversão). Ela traduz o momento que o cliente, por exemplo, realiza uma compra na sua loja virtual. É a etapa da jornada que o consumidor se vê convencido pela marca, já sendo induzido a comprar, realizando efetivamente esta ação.

Embedar – o “embed” é um tipo de tag HTML usada para incorporar arquivos multimídia de áudio e vídeo. É através do uso dessa tag que é possível criar textos compostos por vídeos e faixas de áudio como podcasts.

Impressão – no campo da mídia online, trata-se do número de vezes que um anúncio foi entregue aos usuários na rede.

Keyword – trata-se da palavra chave, a palavra principal que pode ser usada como uma “etiqueta” para o seu conteúdo. É a forma mais simples de definir o seu conteúdo, ou buscar conteúdo, na rede.

KPI – Key Performance Indicator. São os indicadores-chave de desempenho, as métricas que você eleger como essenciais para avaliar um processo de sua gestão. Isso também pode facilitar a transmissão da visão e missão da empresa .

Lead – o lead é uma pessoa. O termo, em si, é o registro do cadastro de usuários interessados em determinado produto ou serviço. Trata-se de um potencial consumidor que demonstrou interesse em fazer uso de sua marca, produto ou serviço.

Link Building – é uma prática que visa aumentar o número de links de entrada para determinado site ou portal com o objetivo de aumentar as classificações nos mecanismos de pesquisa da rede, contribuindo para o SEO .

LTV – Lifetime Value é o valor do ciclo de vida de um cliente. Trata-se de uma métrica de negócios que busca aferir as potenciais receitas e lucros que podem ser gerados por um cliente durante determinado prazo de tempo. É o que te possibilita entender o ciclo de vida do seu cliente e o que ele pode gerar de negócios para sua empresa, entendendo se vale ou não gastar determinada verba para atingir certa conversão.

Machine Learning – cada vez mais presente em processos de automação, trata-se do campo da Inteligência Artificial que trabalha o estudo e a repetição de padrões para desenvolver experiências em máquinas. É a forma que a máquina aprende com as próprias ações e passa a executar tarefas mediante uma programação prévia.

Métrica – é a tradução, em números, dos esforços relacionados à área de marketing e mídia online. A métrica ajuda a quantificar comportamentos e tendências por parte dos usuários, sendo parte fundamental na estratégia de campanha.

Meta-tags – é uma importante ferramenta de comunicação para ranquear seu site nos principais buscadores da internet. É um comando implementado dentro do código de páginas da web que ajudam no reconhecimento do site nos principais buscadores. Basicamente, as meta-tags servem como keywords que vão indicar temas principais que o seu site deseja se ranquear.

PageRank – simboliza a avaliação da relevância de uma página dentro da web. Para calcular essa métrica, avalia-se a qualidade, quantidade e o contexto dos links que a página recebe. Considera-se o volume de links e quem está fazendo esses links.

RTB – Real Time Bidding é o leilão em tempo real que acontece na compra das palavras-chave. Pense que cada empresa, ou usuário, faz uma oferta por determinada palavra-chave e que a posse é determinada a partir de um leilão virtual.

Responsividade – capacidade de um site de adaptar sua exibição a diversos formatos e dispositivos. 

Taxa de Conversão – métrica que mede a proporção média de conversões relacionada a uma determinada estratégia de marketing.

Taxa de Rejeição – é responsável por mensurar o número de usuários que entram no seu site e abandonam a navegação por algum motivo sem realizar nenhuma interação de fato (conhecido também como Bounce Rate).

Tempo Médio – corresponde ao tempo médio que um usuário leva navegando dentro das páginas do seu site.

Timing – desafio para uma empresa de marketing, traduz a ação correta no momento adequado. Trata-se de um fator preponderante para determinar o sucesso ou fracasso de qualquer estratégia.

Tráfego Orgânico – trata-se do número de visitantes que você consegue atrair sem patrocinar campanhas de anúncios.

Visita – diferente do lead, a visita configura apenas uma visualização no seu site, mais um elemento dentro do tráfego da web. Uma visita não é uma conversão, nem um lead.

UX – User Experience. Trata-se de um termo para simbolizar todos os conceitos referentes às experiências de navegação do usuário. Engloba-se, dentro da UX, elementos como interação, realidade virtual, entre outras criações que mexem com a parte sensorial.

UI – User Interface. Trata-se de um conceito de design que visa pensar em todas as interações do usuário diante do software ou mobile app. É o campo do design que pensa na arquitetura da informação e nas aplicações de um site e seus variados usos em todos os dispositivos.

Aproveite para consultar o glossário sempre que precisar!

É ideal, inclusive, deixar ele aberto durante os vídeos do Creative Intelligence. Assim, você pode consultar qualquer termo que mencionamos de forma prática.

Facebook Comments
  • 5
  • 379

0 Comentários

Leave A Comment

Seu e-mail não será publicado.

Newsletter