Lute (e vença) batalhas que valem a pena em SEO

Como ficar em primeiro na pesquisa orgânica? O conceito do SEO vai muito além do ranqueamento. Trata-se de distribuir conteúdo relevante de forma otimizada.

A consolidação da rede, a multiplicação dos dispositivos móveis e a chamada ‘Era da Internet’ tornaram os mecanismos de busca ainda mais importantes dentro do universo digital.  Tem alguma dúvida? Pergunta para o Google!

Hoje em dia é assim. Os buscadores presentes na web são responsáveis por concentrar milhões de sites e páginas sobre os mais variados temas, elencando os resultados conforme a relevância, dependendo do filtro de pesquisa. Em resumo, trata-se da primeira opção quando o objetivo é descobrir alguma coisa – qualquer coisa.

A propósito, quantas vezes você já acessou o  Google hoje?

O conceito de SEO (Search Engine Optimization) significa a melhoria da estrutura interna do site com o objetivo de torná-lo visível nos principais mecanismos de busca da internet.

Existem diversas formas de praticar o SEO. E, assim como no caso da comunicação nos canais de marketing, não existe uma receita pré-definida para alcançar bons resultados.

Algumas das formas para aplicar SEO a um site são: otimizar o conteúdo, o código e a UI do seu website, além de promovê-lo nas mídias sociais, focando na geração de tráfego.

Como funciona a ‘batalha do SEO’?

As dicas acima são protocolos iniciais (e fundamentais) para quem decide entrar na ‘batalha’ do SEO. Sim, pense na prática do SEO como uma batalha medieval.

O exército como uma empresa de marketing, cada qual com sua estratégia. A melhor delas: desferir golpes pontuais, calculados, e se esquivar das armadilhas na tentativa de chegar à glória. Tudo que não pode acontecer é perder sangue, ou seja, investimento!

Entenda-se por golpes mais precisos as melhores práticas de SEO que, no geral, visam à produção e ao ranqueamento de conteúdo relevante na rede.

Quer rir? Tem que fazer rir! Para aparecer em destaque na internet, produza conteúdos relevantes, fazendo uso de palavras-chave bem definidas e que ajudem a gerar endosso à sua marca, trabalhando o engajamento público em torno dos temas tratados.

Uma pesquisa divulgada pelo Google durante um evento em março mostrou que a qualidade e relevância do conteúdo, aliadas às estratégias de link building , são a melhor forma de fazê-lo ser bem ranqueado pelo buscador.

Os dados extraídos do estudo podem ser um indício de que, em uma época na qual a dinâmica de novidades e tendências no mundo digital é grande, as pessoas deem mais atenção à interatividade e ao design dos sites do que aos mecanismos que fazem dele uma plataforma relevante, gerando tráfego, estimulando vendas e conversões.

Reflexões a parte, já está clara a importância de cuidar do SEO, não? É ele quem ajuda um site a ser encontrado pelos buscadores da internet. Um método para construir a estrutura de um site que permite que ele seja reconhecido e ranqueado na rede. De acordo com o Google, cerca de cem bilhões de buscas são feitas todos os meses na plataforma.

Além de possibilitar que os mecanismos de busca entendam o conteúdo das páginas da web, o SEO também contribui para melhorar a classificação de um site e aumentar sua exposição, tornando-o visível na busca e fazendo com que o usuário possa encontrá-lo mais facilmente.

O que fazer e o que não fazer em SEO

Se ainda o não fez, está perdendo tempo!

  1. Seja específico na definição de uma palavra chave para fugir da concorrência. Utilize o Google Trends para entender a intenção de busca pelas palavras;
  2. Foque nas meta-tags dentro do site. Trata-se da etiqueta dos seus conteúdos, o que ajuda na organização e também no ranqueamento. Mas lembre: menos é mais!
  3. Faça bom uso das imagens! Alternar textos com fotos ajuda a aumentar a relevância da página.
  4. Aproveite o blog e as redes sociais para produzir e distribuir conteúdo relevante, focado no seu segmento e nicho de atuação. Cuidado: qualidade não é quantidade!
  5. Aposte em link building entendendo quais são os melhores backlinks para o seu negócio

Não caia nos erros!

  1. Não escolha uma palavra-chave abrangente demais (e nem uma palavra muito concorrida) para o segmento que pretende atingir;
  2. Sem exageros! Prefira meta-tags mais assertivas e em menor quantidade;
  3. Atenção ao aspecto visual! A diagramação não pode atrapalhar a leitura. É importantíssimo se atentar ao aproveitamento das imagens ao longo do texto;
  4. Não se desespere! SEO é uma estratégia voltada para médio e longo prazo.

Se você ainda não é inscrito no Creative Intelligence , o portal de conteúdo da M.M no Youtube, está perdendo tempo! Faça sua inscrição e acompanhe as discussões.

Comente, compartilhe e fique atento às novidades do blog. Vamos juntos formar um grande fórum sobre as estratégias e ferramentas que envolvem o marketing digital.

Facebook Comments
  • 3
  • 165

Você pode se interessar por

0 Comentários

Leave A Comment

Seu e-mail não será publicado.

Newsletter